Seguidores

quinta-feira, janeiro 02, 2014

uma visita especial...


Na madrugada do dia 1º de janeiro recebi a visita dessa borboleta, já ia dormir quando a deparei pousada no meu armário, ela se debatia de um canto à outro como se quisesse sair...Não tive medo mas receio de que ela pousasse em mim, então tentei por todos os meios afastá-la sem que a matasse ou ferisse, mas foi em vão, deixei-a por lá e fui dormir no quarto da minha filha.
Quando acordei não a encontrei mais, pensei que tivesse conseguido sair pela janela.
Hoje, do nada ela reapareceu pousada na minha cortina da sala como mostra a foto.
Achei interessante, publiquei no Face, um amigo postou a poesia e gentilmente permitiu que eu a publicasse, juntei a poesia na foto e trago para o blog para que os amigos que me visitam possam conhecer minha pequena amiga, linda e inesperada visita.
Reconheci na visitante, a presença de Deus, creio que em tudo há um propósito divino.

5 comentários:

  1. Dora, uma linda imagem complementada por uma bela poesia...
    Fico feliz de ver-te por cá, já no principio deste ano que acaba-se de iniciar...

    Um ano repleto de felicidades e paz!

    Paz e bem!

    Leandro Ruiz

    ResponderExcluir
  2. Querida amiga

    Feliz 2014! Que este ano venha coberto de muita paz e amor!
    Perdoe-me pelo meu silencio.
    Tudo do melhor para você.
    Abraço amigo!
    Maria Alice

    ResponderExcluir
  3. Querida Dora

    Poesia e Foto são complementares. Esse deve ser o princípio a utilizar nas Postagens e que tanto é esquecido. Uma imagem reforça o texto ou indicia novos caminhos.
    Tudo isto, para te dizer que fico maravilhado.


    Beijos


    SOL

    ResponderExcluir
  4. Parabéns Dora pela sensibilidade de sentir a presença de uma borboleta como mensageira da sublimidade, do respeito e do saber observar com poesia a metamorfose que vai muito alem do nosso entendimento...

    ResponderExcluir
  5. Parabéns Dora pela sensibilidade e o momento único de ter transformado em poesia a metamorfose por que passou esse pequeno ser que lhe visitou como obra grandiosa de Criação, e que ainda não temos a capacidade de entender.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar! Fique a vontade para voltar outras vezes.
Para mim será sempre uma alegria renovada.